Trechos da minha impaciência

12 de janeiro de 2018 1 Comentário

uma tragada inábil, indisfarçável sob a cortina de fumaça – e o novo desembaça – esta névoa da ótica poética. o fogo é instrumento e o cachimbo… artifício. é tarde e chove mais que tardes chuvosas pros bichos-da-seda. tratativas são fiadas e traçadas no córtex frontal – sub dural, desta deusa simbólica sem balança e espada, mas que tudo vê – bem à vontade entre livros. breve contextualização da loucura que instrumenta o que ronca gutural: acordai-vos sacripantas! não temam e venham desnudar-se! cedam a vossa pele! ainda é tempo, pois chove e a chuva é a boa nova, senão pra vós do ocidente, mormente, pros bichos-da-seda.


1 Comentário para Trechos da minha impaciência:

  1. Emanuelle baki disse:

    lindo!!

Deixe uma resposta