Maenhando

17 de janeiro de 2020 Nenhum Comentário

experimento um novo dia que desponta por baixo da porta.a claridade ilumina o quarto, os pássaros entoam coisas cheiinhas de humanidade – aos meus ouvidos dispostos.

sinto um tanto de vento, lá fora, abafadinho, preguiçoso, feito pedida de verão. escancaro as cortinas da janela e me sinto pronto. coloco um sorriso de canto e meu pensamento se desprende: agarro-me às epifanias.


Deixe uma resposta