Húmus

23 de janeiro de 2019 2 Comentários

um mártir plantado vivo

e jogado ao chão

sugado e amarrado

quase sempre

a maior parte do tempo

em tubos de ruído elétrico

veste-se dos tons da guerra

e perde o olhar

pele e ossos acostumados

a um tipo de fome

a um tipo de dor

e a um tipo de irritação

incrustados à altura do estômago

e à sua própria altura

rude, ácido, intolerante e cruel

e surpreendentemente humano…

delata o deserto de suas lágrimas


2 Comentários para Húmus:

  1. estevamweb disse:

    Quanta humanidade descrita na nossa melhor parte: terra boa.. terra fértil… húmus… humildemente humanos..

    1. hangferrero disse:

      Pr’aonde todos vamos e por onde caminhamos fortes, se férteis não é mesmo? Nobre amigo; sempre uma honra dispor da sua leitura… Gratidão!

Deixe uma resposta