Habemus luna

21 de dezembro de 2018 Nenhum Comentário

uma tara sussurrada no labirinto.

um lóbulo tonto.

e um gemido mordiscado

do lado certo.

que é o lado da lua de qualquer fase.

ou de qualquer lobo.

um uivo e uma orelha lambuzada.

e hálito; habemus hálito.

eis o plano opiáceo dos satélites.


Deixe uma resposta