Estalactite

7 de outubro de 2018 Nenhum Comentário

por certo…

de tanto ser “pra sempre”

machuca um tanto

e feito um velho amor

sangra abertamente

e sangra em público!

abraça a solidão

que observa de longe

e usa o tempo pra fazer

um rasgo torto,  que é 

a coisa do amor eterno:

fecha as cortinas

e congela qualquer brisa

cravada no coração


Deixe uma resposta