Cálice

30 de outubro de 2018 Nenhum Comentário

salva-me destes
espasmos de consciência
que enfrento todo dia santo
e me devolva pelo menos
dois terços da loucura
a mesma que persigo
desde a infância
se Estás aí;
neste céu tão nosso

proteja-me com a armadura
da insanidade
pelo menos mais que a metade
assim, prometo seguir inteiro
nesta coisa criada
que chamam de humanidade
mas que me deves mais
que um tanto desde sempre
acrescido de não menos
que um cálice tingido de amor


Deixe uma resposta