A casa

5 de março de 2018 2 Comentários

aqueles verbos, conjugados naqueles sedutores cômodos controversos, em todos eles ( cômodos ), na casa toda…

versos condutores ( tratados assim ), até às paredes, seduzindo e infringindo as leis, no que até aqui é força

no quanto de física quântica aos receptivos labirintos de gemidos acústicos, ao custo do que não precisava ser dito assim,

nas infinitas vezes, feito maldito amor, amor maldito, mal dito…


2 Comentários para A casa:

  1. estevamweb disse:

    ….que instigante jogo de palavras…muito bons os seus textos…

    1. hangadmin disse:

      Muito feliz por tua leitura, especialmente pelo tanto de paixão que tenho por este texto.
      Agradeço sempre, nobre amigo…

Deixe uma resposta