Hang Ferrero, nascido em Laguna, de Anita Garibaldi, das águas por todos os lados e toda monta de seres do imaginário nativo; acredita que por conta dessa atmosfera providencial, tenha alimentado a verve poética.

Imagem Hang

Últimos poemas

30 junho, 2018

Alquimia

aqueles gestos de ventania de provocar naturezas e de parir tempestades só que na calmaria explico melhor: é sempre...


27 junho, 2018

Sutilezas XXVI

A melancolia é uma das mais interessantes manifestações humanas, pelo tanto que expande a janela da percepção. Sempre sobram...


25 junho, 2018

Verbo-deus

um deus. um verbo. um front. o sal depois do fio da espada. um samurai verbo-deus. destronado de qualquer...