Hang Ferrero, nascido em Laguna, de Anita Garibaldi, das águas por todos os lados e toda monta de seres do imaginário nativo; acredita que por conta dessa atmosfera providencial, tenha alimentado a verve poética.

Imagem Hang

Últimos poemas

17 janeiro, 2019

Mais que ontem

tanto em mim muitos de mim uns bilhões um binário espada de Jorge da Capadócia e também um bastião,...


13 janeiro, 2019

Curriculum Vitae

estes mundos dos meus tantos nascimentos, das tantas vezes em que morro vivo toda vez que nem bem clareia...


10 janeiro, 2019

In Pulso

rumo, prumo e trilha o sulco e o ponto febril moldura do amor-próprio vestes do próprio amor desnuda a...