Hang Ferrero, nascido em Laguna, de Anita Garibaldi, das águas por todos os lados e toda monta de seres do imaginário nativo; acredita que por conta dessa atmosfera providencial, tenha alimentado a verve poética.

Imagem Hang

Últimos poemas

18 outubro, 2018

Ânfora

eu, um traço improvisado vidrado nos dois cubos do gelo hedonista d’um pai no trono vaidoso e…vingativo eu, num...


16 outubro, 2018

Nobilis

um plano do canto do sorriso etílico confuso e deselegante feito rapto rápido e mágico feito coelho da cartola...