Hang Ferrero, nascido em Laguna, de Anita Garibaldi, das águas por todos os lados e toda monta de seres do imaginário nativo; acredita que por conta dessa atmosfera providencial, tenha alimentado a verve poética.

Imagem Hang

Últimos poemas

17 janeiro, 2020

Maenhando

experimento um novo dia que desponta por baixo da porta.a claridade ilumina o quarto, os pássaros entoam coisas cheiinhas...


15 janeiro, 2020

Phobos

soube da sombra juntou-se parasita criou desordem quase renuncio a este fragmentado corpo-carapaça soube do meu descuido   por...