Hang Ferrero, nascido em Laguna, de Anita Garibaldi, das águas por todos os lados e toda monta de seres do imaginário nativo; acredita que por conta dessa atmosfera providencial, tenha alimentado a verve poética.

Imagem Hang

Últimos poemas

12 março, 2019

gente sã

tais virtudes reconhece o verbo endoidecer: unge o louco a testa própria tange as nuvens o sábio inverso punge...


01 março, 2019

A cama, a inveja

nem Pã supunha tanta troça, maior que sua forma: chifres e pelos e patas à distração dos caniços que...