Hang Ferrero, nascido em Laguna, de Anita Garibaldi, das águas por todos os lados e toda monta de seres do imaginário nativo; acredita que por conta dessa atmosfera providencial, tenha alimentado a verve poética.

Imagem Hang

Últimos poemas

14 novembro, 2018

Pedra de giz

toda lágrima tua pura e tua que se desenha em ti alcaliniza um peito ácido frágil e silencioso feito...


04 novembro, 2018

Xoloni

rasgo todo dia um peito de próprio punho escrevo em sangue mulato com camisa de algodão mulambo calço sapatos...